Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Inês Aroso - Escritora

Sempre sonhei ser escritora... Aqui, sou!

Inês Aroso - Escritora

Sempre sonhei ser escritora... Aqui, sou!

Alice parte o espelho

23.03.19 | Inês Aroso | comentar
Todas as manhãs, antes de sair, Alice, de 44 anos, olhava-se ao espelho. - Que gorda! - Que despenteada! - Que velha! - Que olheiras! - Que mal-vestida! - Que pálida! - Que...   Numa dessas manhãs, tudo mudou. Ia sentada no metro para o trabalho, consultava as redes (...)

A Cinderela perdeu os dois sapatos

12.03.19 | Inês Aroso | comentar
Ele sabe o que quer da vida. Ela sabe que o quer na sua vida. Ela não está incluída nos planos dele. Ela não compreende como é que algo tão intenso não é correspondido. Da última vez que conversaram, ela achou que era a última vez que se viam. E foi. Ela desistiu (...)

"Hoje é o primeiro dia do resto da minha vida"

08.03.19 | Inês Aroso | comentar
Graça fechou a porta. Sem pressas. Com solenidade.   Pegou nas duas malas e entrou no elevador. Um suspiro. Carregou no botão do piso 0.   Lá fora, a chuva intermitente fê-la caminhar mais rapidamente para o táxi que a esperava. O motorista colocou as malas na (...)

O contador de cerejas

01.03.19 | Inês Aroso | comentar
Ela e ele. Ele e ela. Ele e ele. Ela e ela. Sem nomes. Com nomes. Com pseudónimos. Sem pseudónimos. Sem regras. A regra é o amor. A história de amor dele e dela. Dele e dele. Dela e dela. Descobriram-se aos poucos. Descobriram-se rapidamente. Uma conversa improvável. (...)

Falta de (m)ar

28.02.19 | Inês Aroso | comentar
Parecia um dia normal. De súbito, ficou sem ar. Não queria estar mais ali fechada. Naquela sala. Naquela aldeia tacanha. Naquela relação moribunda. Vestiu o seu melhor vestido. Pôs o baton vermelho. Pousou a chave de casa na entrada. E foi despejar o lixo.

Coração emprestado

28.02.19 | Inês Aroso | comentar
Luís partiu o coração de Teresa. A muito custo, esta colou cada pedacinho e tornou-o (achava ela) ainda mais resistente. Mas Luís era persistente e voltou a quebrar o coração de Teresa. Esta voltou a reparar o coração, desfeito ainda em mais estilhaços. Como a (...)